O que esperar da Reforma da Previdência?

Nos últimos meses vimos o congresso tentando aprovar na câmera a reforma da previdência, para o governo a reforma irá ajudar a conter gastos e tirar a previdência do vermelho, mas o quais serão os benefícios para o trabalhador? Vamos estudar sobre o projeto abaixo.




O governo diz o que o deficit da previdência chega a 181,2 bilhões em 2017 o que deve ser 2,6% do PIB. O que é bastante coisa e cada vez mais a população está envelhecendo o no Brasil e vivendo cada vez mais, em regiões do nordeste e nas áreas rurais o problema é maior ainda. Vamos entender por pontos:

  •  A aposentadoria no tempo proposto agora é de idade mínima de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres.
  • Além disso o tempo de contribuição minima passa dos 15 anos para 25 anos o que é bastante alto.
  • Servidor publico, trabalhador rural e regimes especiais terão regras diferentes cada um.
  • Para conseguir a aposentadoria com integral serão necessários 40 anos de contribuição.
  • A regra 85/95 vai acabar até 2026, logo tem fim a aposentadoria somente por tempo de contribuição no setor privado.
  • A PEC faz os estados criarem fundos de previdência para o servidor publico que quiser receber a aposentadoria integral.
  • Professores fazem parte do regime especial.
  • Trabalhadores poderão acumular aposentadoria e pensão no limite de dois salários mínimos. Caso o aposentadoria e pensão ultrapassem esse valor poderá escolher o beneficio de maior valor.
  • Trabalhadores rurais serão afetados também, aumentando a idade para ter o direito a aposentadoria.

Uma reforma na previdência é necessária pois, não podemos ficar com deficit nas contas publicas, mas ela deveria ser melhor formulada, pois está muito regressiva para os trabalhadores que terão que contribuir muito mais para ter direito a aposentadoria e sem contar com regiões do nordeste, essa idade minima é insustentável para a expectativa de vida da regiões onde a população vive bem menos.

A reforma da previdência tem que existir mas ser reformulada para não prejudicar muito o trabalhador. Pois os impostos no Brasil são bastantes regressivos e cobram muito das classes menos favorecidas.

Então o que acham dessa reforma? Vamos trocar ideias abaixo.

Uma charge para não ficarmos sem o bom humor.  
 

Comentários